Cristais canibais

Termo biológico da fauna. Forma de vida cristalina encontrada no Vale dos Ossos, no planeta Terzrock, também chamado de Big Planet, situado na Grande Nuvem de Magalhães.

Dados Gerais


A forma aparente desses cristais é de uma multiplicidade perturbadora. Eles parecem brotar do chão. Seu tamanho varia muito, desde o quase imperceptível até a altura de uma torre. Em alguns lugares, diminutos cristais ocupam uma área de quilômetros de extensão. Refletem a luz solar, que se quebra em múltiplas refrações e se decompõe nas cores do espectro. A intensidade da luz proveniente dos cristais chega a ser dolorida para o olho humano. Existem também florestas de cristais muito altos, que ocupam o espaço de maneira desordenada, alguns inclinados para um lado, outros para outro. Eles brilham em todas as cores do arco-íris, difundindo uma luz suave. Uma incrível vivacidade reside no interior dos cristais canibais. Uma vez por dia, eles se dissolvem em vapores fumegantes que, durante vários minutos, ficam suspensos sobre os locais nos quais até então brotavam do chão e, então, passam por nova sublimação, formando um novo campo de microcristais ou uma nova floresta de cristais. Normalmente, o processo dura de vinte a trinta minutos.

História


No ano 3584, o povo dos halutenses havia deportado parentes, que lembravam fortemente de seus antepassados ulebs, para Terzrock. A radiação dos cristais canibais teve um efeito negativo nos halutenses. Eles estavam propensos a um aumento das lavagens forçadas e se tornaram um perigo. Ronald Tekener levantou a hipótese de que os cristais pudessem possuir uma espécie de inteligência coletiva. No entanto, acreditava que os cristais eram inteligências pacíficas. Também chegou à conclusão de que eram os cristais canibais os responsáveis pela estranha mudança de mentalidade dos halutenses. Os cristais absorviam a irradiação mental hostil dos halutenses radicais e depois a devolviam de forma intensificada. Através da ação de Ronald Tekener e Jennifer Thyron, as conexões puderam ser esclarecidas. Em primeiro lugar, os afetados foram ajudados com projetores de campo defensivo. Mais tarde, os brindors do planeta Nosar foram estabelecidos em Terzrock para servirem como catalisadores.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR826, PR835.
  • PRC826.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Kannibalkristall”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de).
Seção do Site: 
Glossarios Veiculados: