Dino-386

Espaçonave terrana do tipo tênder de frotas pesado da classe Dinossauro.

Dados Técnicos


O tênder de frotas pesado consiste, como todas as naves dessa série, de uma plataforma de 2.000 metros de diâmetro com 400 metros de espessura, à qual está ligada uma seção esférica de 750 metros de diâmetro. Como um tênder de resgate e reparação, o Dino-386 é capaz de reparar espaçonaves utilizando as instalações do estaleiro internas ou de transportar os destroços e outras cargas de grandes dimensões. Dentro da plataforma há depósitos extensos com várias mercadorias, peças sobressalentes e outras cargas.

Membros da Tripulação


Alguns membros da tripulação conhecidos são:

  • Bronson, Cono Matunari (coronel e comandante do tênder, considerado extremamente capaz), Floyd Cilamaro e Krym Matoscho (comandante do cruzador CDIN-3).

História


No ano 3444, a Dino-386 participou da missão de abastecimento dos asporcos como parte de um comando experimental consistindo de 165 unidades, já que o planeta natal deles, Asporc, foi devastado pela decolagem de um meteorito convertido em espaçonave e pelos subsequentes desastres naturais. Em 23 de julho do ano 3444, o tênder de frotas foi posto em marcha por Roi Danton, juntamente com o ultracouraçado Mostonow, na direção do sistema estelar Paramag Alfa. Apesar de uma violenta tempestade gravitacional, o coronel Matunari e o comandante da Mostonow, o coronel Nosla Spitzer, conseguiram levar as duas grandes espaçonaves em voo sincronizado para o sistema natal dos paramags. A missão secreta das duas naves envolveu a recuperação de um asteroide contendo metal TEP, que foi chamado de “Favo-1000”, o qual mais tarde serviria como refúgio para os Antigos Mutantes. Posteriormente, a Marco Polo e a Mostonow escoltaram o tênder, que estava carregando o asteroide em sua plataforma, até o objetivo secreto no sistema Wild Man, no Aglomerado Tolot. Depois que o tênder chegou ali, Rhodan ordenou que o cruzador CDIN-3 fosse descarregado e ficasse vigiando. Porém, no metal TEP de Favo-1000, foram encontrados inúmeros paramags, que estavam escondidos nos veios TEP dentro do planetoide. A falha em desalojar todos os paramags do asteroide levou à destruição da plataforma da Dino-386 com um ataque-surpresa deles, quando usaram a sua arma definitiva para criar um campo de formação de antimatéria para-abstrato construtivo positivo. Apenas o cruzador CDIN-3 sobreviveu ao ataque, pois já havia sido descarregado. Do resto da tripulação, apenas Perry Rhodan, Alaska Saedelaere, o coronel Matunari e dezessete outros homens conseguiram chegar à seção esférica antes que essa também fosse destruída. A luta terminou com a morte dos atacantes. Depois disso, os vinte astronautas sobreviventes do tênder foram atacados pelo halutense Tondor Kerlak, que estava em um estado mórbido de lavagem forçada. No curso da luta com Kerlak, três sobreviventes foram mortos, e o halutense se libertou temporariamente de sua compulsão. No entanto, ele voltou para o seu estado mórbido e quis se jogar no sol junto com Rhodan, que foi salvo pela intervenção de Icho Tolot. Um pouco mais tarde, Rhodan, Saedelaere e os demais astronautas encalhados puderam ser resgatados pela CDIN-3 e levados para Favo-1000.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR597, PR598.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “DINO-386”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2.
Seção do Site: 
Glossarios Veiculados: