Irmandade das Mulheres Independentes

Tribo dos zaphoorenses formada exclusivamente por mulheres, as quais habitavam o castelo cósmico de Murcon. Essa irmandade de mulheres habitava uma das oito torres altas da Grande Hospedaria (como os zaphoorenses chamavam o castelo). No ano 3586, a sua superiora era Salsaparú, chamada de olhos-tortos. Essa irmandade possuía uma organização rígida, que foi introduzida primeiramente pela antecessora de Salsaparú e depois foi reforçada por esta. As vantagens dessa organização se mostraram perceptíveis quando da chegada do mestre da fonte Pankha-Skrin. Essa irmandade era vizinha da dos verdadeiros zaphoorenses. Depois que as mulheres dessa irmandade souberam da presença do mestre da fonte looweriano, suas guerreiras invadiram o palácio do soberano da Irmandade dos Verdadeiros Zaphoorenses e sequestraram o loower, levando-o para a torre da irmandade. Contudo, por causa do contra-ataque dos homens de Boronzot, Pankha-Skrin foi conduzido para o reino subterrâneo dos zaphoorenses cegos, para sua segurança. Depois de voltar de lá, o mestre da fonte conseguiu transmitir uma mensagem que todos puderam ouvir, marcando um encontro com todos os zaphoorenses. No local de encontro combinado, um hangar dos técnicos-rastreadores, as mulheres tiveram que enfrentar uma batalha pela posse do mestre da fonte.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR903.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Zaphooren”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2.
Seção do Site: 
Glossarios Veiculados: 
Verbete Principal: