Montanha Falante

Estrutura metálica com pouco mais de mil metros de altura, localizada no planeta Trokan, no Sistema Solar.

Dados Gerais


Suas paredes lisas e íngremes na beirada ofereciam pouco apoio; portanto, não apresentavam nenhuma possibilidade de escalada. Em tempos passados, houve apenas algumas tentativas nesse sentido; o respeito que a voz emitida pela Montanha impunha era muito grande. A cor das paredes era como areia brilhante ou arenito. O mais interessante era um contorno quadrático, visto apenas sob uma luz favorável. O contorno consistia em um sulco contínuo na rocha, com três lados completamente retos, e o quarto lado formado pelo chão. O quadrilátero tinha dezessete metros de largura e cerca de vinte metros de altura.

História


No passado

Após muito tempo, Edegon e Hlalada, um casal de nômades dos kherrahs, como os herreachs se chamavam nessa época, foram os primeiros a descobrir a Montanha, de que tinham ouvido falar. Inicialmente, ela serviu a eles de refúgio contra os gnostes, e então falou com eles até a morte deles. Várias gerações se passaram, e a Montanha Falante com seu refúgio caiu no esquecimento por um longo tempo. Quando Bohnji e Burg a redescobriram, os kherrahs então se chamavam herrachs. Então, ali no sopé da Montanha Falante, surgiu a aldeia mais bonita que já existira no “mundo”. Seus fundadores Bohnji e Burg lhe deram o nome de Moond, que se tornou o primeiro paraíso na história dos herrachs, como os herreachs se chamavam nessa época. O rio que flui na planície foi chamado de Taumond. Do interior da Montanha, vinha uma voz pedindo para que libertassem Kummerog. Pensando que esse fosse um deus, os herreachs fundaram uma religião com o objetivo de libertá-lo. Assim, com o tempo, a “Montanha” se tornou o “Templo de Kummerog”, e uma casta clerical se formou, a qual construiu uma grande casa de oração nas proximidades. Uma praça com quatro quilômetros e meio de extensão, completamente plana, foi construída ao redor da Montanha Falante. Nenhum edifício foi erguido ali, nenhuma planta cresceu.

No ano 1288 NCG

Em 20 de outubro do ano 1288 NCG, após sua invocação através das orações, o gigante Schimbaa finalmente penetrou no templo da antiga Montanha Falante, deixando um rastro de devastação. Depois que uma equipe de cientistas de Camelot penetrou no templo e perfurou seu chão, um domo-cogumelo se ergueu das profundezas dele e colocou abaixo o templo (e, portanto, a Montanha Falante), tomando o seu lugar.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR1801, PR1803.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org).
Seção do Site: 
Glossarios Veiculados: