Tecnologia

Espaçonaves, veículos, armamentos, sistemas de computação, robôs e substâncias artificiais da narrativa.

Anbe

Categoria de espaçonaves terranas, um tipo de cargueiro especial de grande porte, construído especialmente para abastecer a frota na nebulosa de Andro-Beta. O tamanho das naves propriamente dito era o mesmo de um supercouraçado. A esfera que formava a nave tinha 1.500 m de diâmetro. Mas essa era a única semelhança entre as naves cargueiras e os supercouraçados. A tripulação dessas naves era pouco numerosa e seu armamento era fraco. Sua finalidade consistia exclusivamente em transportar materiais de um lugar para outro.

Anastásia

Espaçonave extraterrestre, uma unidade dos saltadores, uma velha nave cilíndrica de decolagem horizontal. Recebeu esse nome dos terranos. O antigo proprietário provavelmente era um subpatriarca. No ano 2114, era um tipo antiquado com cerca de 200 anos, usando propulsão de transição. Seus elevadores eram de ar comprimido. O amplo corredor do convés central, onde lâmpadas fracas ardiam no teto, tinha paredes velhas de madeira bichada. As portas das escotilhas eram movidas por servo-mecanismo. Foi adquirida pela Divisão III para fins experimentais.

Analisador cerebral

Aparelho de fabricação arcônida. Ele conjuga os sons de um ser estranho gravados em fita, com os seus impulsos cerebrais e procura realizar a reconstituição lógica da sua linguagem. Isso, porém, só será possível se o ser tiver emitido uma verdadeira linguagem, e não apenas uma série de sons inarticulados. O analisador era um aparelho pequeno, se o comparássemos com seu desempenho. Ele reforçava as microondas emitidas pelo cérebro e, com base nos modelos ideológicos armazenados em sua memória, atribuía-lhes determinado sentido.

Conversor Hawk III

Tecnologia de propulsão linear terrana mais desenvolvida. O conversor de compensação Hawk, ou apenas “Hawk”, é um desenvolvimento posterior do conversor de compensação kalupiano e Waringer.

Classe Minerva

Categoria de espaçonave terrana. As naves dessa classe são as primeiras espaçonaves esféricas com diâmetro de 200 m do tipo cruzador pesado da Frota da Liga que foram desenvolvidas sob as condições do aumento da hiperimpedância (como é chamada a resistência hiperfísica do Universo).

Páginas