Andro-Beta

Galáxia pertencente ao Grupo Local de Galáxias. Nebulosa anã situada bem em frente da galáxia Andrômeda.

Dados Astrofísicos
Dados Valores
Distância para Andro-Alfa: 60.000 anos-luz
Povos conhecidos: Mobys, tefrodenses, twonosers
Concentração de poder: Aquilo

Dados Gerais


Fica a 62.000 anos-luz da nebulosa Andro-Alfa. Também possuía um transmissor solar, que foi destruído por ordem dos senhores da galáxia. O diâmetro de Andro-Beta não é superior a 7.200 anos-luz. No entanto, a profusão de estrelas por ali parece impenetrável, tal qual a da galáxia da qual vinham os homens. A distância que a separa da Via Láctea é de 1,350 milhão de anos-luz. No ano 3580, passou para o domínio dos maahks.

Sistemas estelares conhecidos


  • Alurin, Greenish, Multitude, Radiante, Rando, Sistema Tri, Triângulo de Andro-Beta, Urhag.

Planetas e luas conhecidos


  • Arctis, Destroy, Estação Final Saudade, Gleam, Greenish-7, Lamaar, Módulo, Mundo do Primeiro Exílio, Mundo dos Cantos, Rando-1, Ratoeira, Siren, Solo, Trampolim, Yakkath.

História


Na época dos senhores da galáxia

Até o início do século XXV, os twonosers eram o povo guardião usados pelos senhores da galáxia (SdG), que também monitoravam o transmissor solar central consistindo de três sóis, o triângulo de Andro-Beta. Andro-Beta e os twonosers também eram guardados pelos mobys, criaturas do tamanho de um planeta, os chamados superguardas (também conhecidos como os guardiões dos guardiões). Os terranos avançaram a partir do transmissor Chumbo de Caça, disfarçados dentro do Satélite Secreto Troia, para o triângulo solar de Andro-Beta. Em Andro-Beta, eles se encontraram no planeta Destroy, no sistema Alurin, com os últimos sobreviventes do povo dos laurins. Um dos mobys ativados pelos SdG devastou a superfície de Destroy. Também em Andro-Beta descobriu-se no planeta Rando-1 o plasma original, a partir do qual deriva o Plasma Central dos pos-bis. Além disso, esse planeta foi destruído pelos agentes dos SdG por meio de bombas robóticas controladas remotamente. Uma célula de controle importante em Andro-Beta obviamente era o sistema Tri criado artificialmente. A lua Siren continha o dispositivo para controlar os mobys. Mais tarde, os terranos construíram no planeta Gleam a sua base mais importante, chamada Power Center, no campo diante de Andrômeda. Gleam era o lar dos gleamors, de quem os modulares eram descendentes. Os modulares e, portanto, também os gleamors descendem dos lemurenses. Os SdG haviam exterminado o povo dos modulares, exceto Baar Lun. O último modular, Baar Lun, foi forçado a gerar esferas de energia e seus androides controladores, a partir de plasma primitivo, com sua capacidade de conversão de energia. Essas esferas de energia serviram aos SdG como o último recurso para destruir todos os planetas de Andro-Beta. Os twonosers foram considerados não confiáveis pelos SdG durante os combates com os terranos por causa de sua derrota e, portanto, posteriormente eliminados em grande parte pelos mobys. Após o fim dos senhores da galáxia, muitos tefrodenses se estabeleceram em Andro-Beta.

A ameaça do Concílio

No ano 3580, Andro-Beta tinha passado para o domínio dos maahks, era uma área de preparação dos metanitas no caso de uma invasão do Concílio dos Sete.


Créditos: 

Fontes


  • PR233, PR234, PR238, PR239, PR241, PR245, PR246, PR248, PR297, PR721.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Andro-Beta”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de). Informações extraídas em parte do site Crest-Datei (www.crest-datei.de).
Seção do Site: