Deméter

Wynger, conhecida como a “deusa adormecida”. Ela era uma escolhida, encarregada de procurar pelo Olho de Laire. No entanto, na Terra, assim como também a bordo da BASE, ela ficou conhecida apenas como Dunja Varenczy.

Descrição Física


Ela é magra e tem apenas 1,60 m de altura. Seu cabelo é prateado. Seus olhos amendoados são verde-escuros. Ela é descrita como tendo uma beleza de “tirar o fôlego”.

Características Psicológicas


Deméter tem uma aura muito forte que imediatamente cativa todos os homens. Uma “vítima” dessa irradiação, entre outros, foi Michael Rhodan ou Roi Danton.

História


Como a deusa Deméter

Em alguma época, há cerca de oito a dez mil anos, ela chegou à Terra junto com alguns semelhantes e foi adorada como uma deusa. A razão para essa visita inicialmente não era conhecida, pois ela própria havia perdido a memória sobre o seu passado e sua origem. A sua memória só voltou quando ela retornou para a galáxia Algstogermaht a bordo da espaçonave BASE.

Como Dunja Varenczy

No ano 3586, durante escavações arqueológicas em Creta, ela foi descoberta e despertada de seu sono profundo. No entanto, ela não tinha nenhuma lembrança de quem era ou sua origem. Assim ela acabou adotando o nome Dunja Varenczy, que ouviu em um programa de TV.

Na busca pela Pan-Thau-Ra e os castelos cósmicos

Ela pediu e foi atendida para participar da expedição com a BASE. Quando a BASE se aproximou do mundo sombrio First Impression, situado na galáxia Tschuschik, ela finalmente reencontrou seus conterrâneos. A memória não retornou até que ela retornou para Algstogermaht a bordo da BASE. No entanto, o carisma feminino incomum de Deméter garantiu rivalidades ocultas e abertas por um longo tempo a bordo da BASE entre Roi Danton, Payne Hamiller, Hytawath Borl e o wynger Plondfair, que também sucumbiram ao seu encanto. Quando a BASE se aproximou do mundo sombrio First Impression, situado na galáxia Tschuschik, ela finalmente reencontrou seus conterrâneos. Na sequência, ela ajudou decisivamente a resolver o mistério da nave semeadora do Poderoso Bardioc, a Pan-Thau-Ra. Ela também soube, finalmente, que o robô dos cosmocratas Laire era o responsável pelo culto da Roda Universal. No final do ano 3586, após Laire renunciar ao seu papel da Roda Universal, uma nova era deveria começar para os wyngers. Deméter, junto com Plondfair, deixou os terranos e retornou para de seu povo como uma emissária para anunciar novos ensinamentos. Ela acompanhou Plondfair com o coração pesado (pois ela teve que deixar Michael Rhodan para trás) para Starscho para preparar lentamente os wyngers para uma mudança em suas crenças. Ambos foram presos logo após sua chegada e aprisionados. Deméter foi até mesmo torturada para colocá-la de volta no caminho certo, mas ela permaneceu firme. Eles foram condenados à morte em um julgamento rápido e queriam ser transportados com uma espaçonave para uma das zonas proibidas, que os dois alegavam que não eram mais proibidas. Para estar no lado seguro, a espaçonave foi equipada com uma bomba. No entanto, essa pode ser desarmada a tempo por Plondfair. Além disso, como a zona proibida não levou à explosão, a espaçonave retornou em segurança para Starscho e foi recebida por uma multidão entusiasmada. Depois disso, ficou um pouco mais fácil trabalhar com os diferentes grupos. Deméter percebeu naquele momento que ela queria retornar para Michael Rhodan na BASE. Desse modo, ela logo retornou para a BASE, pois estava apaixonada por Roi Danton. Depois disso, já no início do ano 3587, ela acompanhou a BASE na busca pelos castelos cósmicos. No entanto, ela sofria com a presença de Laire, a quem ela culpava pelo seu destino. Em 28 de março do ano 3587, quando a BASE fez escala no planeta Hospital, a radiação do planeta desencadeou memórias traumáticas de um massacre que ela havia cometido no passado contra os sydranos. Durante essa fase, ela atacou Michael Rhodan e Hytawath Borl, e tentou matá-los, mas ambos foram capazes de afastá-la. Um pouco mais tarde, ela foi sequestrada pelo bêbado Gucky e reunida com Perry Rhodan e Atlan no planeta Pousada de Gucky. Ali, sob a influência do gerador de sonhos, seguiu-se uma luta impiedosa pela sobrevivência entre os três, que só terminou quando a nave Errante os encontrou e os apanhou novamente. No próximo desembarque, toda a tripulação ficou inconsciente e logo depois sequestrada pelos valugis. A tripulação só acordou novamente nas profundezas do interior do planeta até que Gucky conseguiu destruir o gerador de sonhos. Eles imediatamente começaram a procurar um caminho para a liberdade e colidiram com um grupo de loowers, que inicialmente os consideraram inimigos. Depois de fugir depois de uma escaramuça, a equipe de Rhodan se juntou com um grupo de valugis. Somente através da aparição de Gucky a batalha pode ser vencida.

Na época da Hansa Cósmica

Mais tarde, ela celebrou um contrato de casamento com Michael Rhodan. Passou a viver de forma muito reservada ao lado do filho de Rhodan e raramente aparecia em público. No ano 424 NCG, Deméter não envelheceu, embora não use um ativador celular. Em outubro do ano 424 NCG, Deméter e Michael Rhodan estavam caçando na África do Sul. Deméter de repente ficou inquieta por razões que inicialmente não estavam claras e realmente queria ir embora. Mais tarde ficou-se sabendo que esses eventos coincidiam com o primeiro experimento de vírus de Quiupu perto de Shonaar, em Terrânia. Após a morte da criatura que Quiupu acidentalmente criou, a ansiedade de Deméter extinguiu-se. Em 17 de dezembro do ano 424 NCG, Michael Rhodan ligou para seu pai a pedido de Deméter e pediu permissão para participar do voo da BASE para Norgan-Tur com Deméter. Deméter havia dito que não sabia por que era tão importante. Ela estava convencida de que se tornaria uma mulher idosa dentro de um ano e teria que morrer se ficasse na Terra. Ela teve essa ideia fixa, desde que Quiupu experimentou novamente com vírus em Lokvorth. Michael Rhodan disse que também havia uma conexão com a auto-ativação do Tubo Hamiller. Depois disso, houve uma discussão entre os amantes, porque Michael Rhodan acreditava que Deméter estava escondendo algo dele. Deméter desapareceu com um planador sem comentar. Encontrá-la era difícil, mesmo para Gucky, porque ela podia proteger sua radiação de ondas cerebrais. Com a ajuda da central de controle de tráfego, o planador finalmente foi encontrado. Enquanto isso, Deméter tinha comprado uma dúzia de tábuas e vários grampos, fez um caixão com esses, deitou-se e entrou em um coma profundo que lembrou o seu longo sono em Creta. Michael Rhodan e Gucky encontraram o caixão em uma pequena caverna perto do Parque Deighton, em Terrânia. Ele foi transportado para o QG da Hansa. Os médicos dali só puderam determinar que a condição de Deméter era estável. Michael Rhodan providenciou para que Deméter fosse levada para a BASE em seu caixão. Em seguida, o Tubo Hamiller anunciou que então estava completo e que o voo para Norgan-Tur podia começar.


 

Créditos: 
  • Capa da edição brasileira: Copyright © SSPG Editora – Star Sistemas e Projetos Gráficos Ltda., Brasil.

Fontes


  • PR862, PR863, PR864, PR865, PR866, PR868, PR869, PR870, PR871, PR872, PR874, PR877, PR884, PR885, PR886, PR887, PR889, PR895, PR896, PR900, PR905, PR906, PR908, PR909, PR917, PR943, PR955, PR956, PR957, PR958, PR967, PR968, PR983, PR998, PR999, P1007, PR1033.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados. 
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Demeter”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de).
Seção do Site: