Les Zeron

Terrano. No ano 424 NCG, ele era o cientista-chefe da nave BASE.

Descrição Física


Nessa época, ele tinha 41 anos de idade. Tem um corpo pequeno, mas não exatamente magro. Seus cabelos louro-claros e esparsos se estendem em todas as direções do seu crânio. No seu rosto redondo e vermelho, se destacam as notáveis bochechas rechonchudas e pendentes, o que lhe valeu o apelido de “sabujo”, cunhado por Oliver Javier ou Olli-Bolli, o filho do comandante.

Características Psicológicas


Les Zeron é considerado animado e bem-humorado, e tem senso de humor suficiente para não ficar chateado quando o chamam pelo apelido. Gosta de jogar cartas, mas só faz isso para poder jogar conversa fora e não pensa muito nos ganhos materiais. Ele é um multicientista, mas oficialmente se autodenomina como um nexialista. É o coordenador de todas as correntes e áreas especializadas que estão representadas a bordo da BASE. É comum convocá-lo quando é necessária a colaboração em duas ou mais áreas diferentes.

História


No ano 424 NCG, ele se tornou o cientista-chefe da BASE e participou do voo da nave de longa distância para o planeta Khrat, localizado na galáxia Norgan-Tur. Antes da partida, ele bancou o juiz no “julgamento” encenado de Olli-Bolli, depois que esse aprontou mais uma de suas costumeiras brincadeiras. Em 15 de março do ano 426 NCG, Les Zeron partiu a bordo da BASE com a Frota Galáctica para Rubi Gelado, cuja posição foi alcançada em 26 de março. Ali, os galácticos encontraram uma frota gigantesca, a Armada Infinita. Zeron foi informado em 5 de maio do ano 426 NCG por Eric Weidenburn, que então era o mensageiro oficial do Coração da Armada, que a Frota Galáctica seria incorporada à Armada Infinita. Quando as unidades da Armada se formaram para atacar, ele experimentou o voo para o Rubi Gelado, bem como a queda de volta para o espaço livre. As localizações mostraram que a nave capitânia estava na galáxia M-82, mas sem a Frota Galáctica, que um efeito de confete tinha espalhado por toda a ilha estelar. Em vez de um ataque dos povos auxiliares da superinteligência Seth-Apophis, a Armada Infinita se materializou em etapas. Depois que alguns corvos brancos anunciaram as coordenadas da crônica da Armada, Zeron partiu com a BASE em 10 de janeiro do ano 427 NCG. Eles chegaram ao planeta Teia da Aranha, era ali que a crônica da Armada deveria estar escondida. Zeron fazia parte da força-tarefa para investigar a crônica da Armada. Intrigado com o fenômeno das teias de aranha de cristal em Teia da Aranha, Zeron percebeu que eles eram inteligentes e viviam em simbiose com o resto da natureza do planeta. A força-tarefa foi capaz de penetrar na crônica da Armada e recuperar uma caixa antes que eles tivessem que recuar dos langquarts que avançavam. Quando eles estavam de volta na BASE, a crônica da Armada foi transportada por uma nave espacial do rebocador da Armada. A BASE retirou-se para BASE-ONE. Quando Perry Rhodan encontrou o primeiro vestígio do profeta da Armada, a BASE começou a procurar por essa instituição. Enquanto isso, os mutantes sentiram um mal-estar psiônico. Zeron indicou que havia uma nova radiação em toda a M-82 que ele ainda não conseguia explicar. Em 17 de janeiro, os problemas dos mutantes se intensificaram. Acreditava-se que isso estava relacionado a novas atividades do silencioso Seth-Apophis. Em 23 de março do ano 427 NCG, Les Zeron com a BASE estava diretamente em frente à estação Loolandre. Pouco tempo depois, a BASE alcançou uma barreira no espaço. Zeron adoeceu com a síndrome de Epicuro e foi a primeira pessoa a ser nocauteada por ataque físico. Como resultado desse evento, uma reação passou por todos os doentes e a síndrome de Epicuro diminuiu. Pouco depois, a barreira desapareceu e a Frota Galáctica conseguiu passar pelo Primeiro Portão de Loolandre. No dia 18 de maio, a BASE alcançou Loolandre depois que muitas informações sobre Loolandre puderam ser coletadas pela Operação Winzling, no dia 27 de maio houve um ataque dos prateados. Eles desencadearam um golpe psi e todos os galácticos caíram em uma inconsciência profunda. O príncipe da Armada Nachor foi capaz de derrubar os prateados e então Zeron partiu com a BASE e a Armada Infinita para a Via Láctea. Essa foi alcançada em 1º de dezembro.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR1033, PR1044, PR1100, PR1107, PR1108, PR1111, PR1148, PR1149, PR1169, PR1188, PR1197, PR1199, PR1201, PR1259.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Les Zeron”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2.
Seção do Site: 
Glossarios Veiculados: