Neoarcônida

Grupo da população dos arcônidas. Após a queda do Grande Império, vários povos coloniais dos arcônidas se descrevem como neoarcônidas ou novos arcônidas. As suas diferenças em relação aos demais arcônidas surgem menos de características corporais, e mais de traços de caráter. Ao contrário de seus contemporâneos arcônidas, os neoarcônidas caracterizam-se pela determinação e energia. Eles são principalmente os descendentes dos cerca de cem mil arcônidas ativos que foram resgatados da nave dos adormecidos no ano 2044 — e também aqueles indivíduos da raça arcônida que tinham recuperado ao menos parte da capacidade de iniciativa e do interesse pela política. Isso só se tornou possível graças a um programa introduzido no governo de Atlan, quando esse era o imperador de Árcon, e executado logo após o nascimento de cada indivíduo por meio de um complicado processo de ativação de certas áreas da camada cortical do cérebro. Embora o grupo dos adormecidos representasse um apoio valioso para Gonozal VIII, ele não desejava que aqueles arcônidas, que não foram afetados pela degeneração e letargia, entrassem em contato com o restante do povo o mínimo possível; ele temia que os ativos pudessem se adaptar aos degenerados.

Por esse motivo, o sétimo planeta (Gonza) do sol quente Mol a 24 anos-luz de Árcon, serviria excepcionalmente, favorecendo-os no ano 2047 como um assentamento. Mol possui três vezes o diâmetro do Sol e um total de sete planetas, pelos quais os três mundos internos se tornaram bolas de fogo devido ao enorme calor. Gonza tem uma rotação de 23,9 horas e uma gravidade de 0,9 g. Mas, apesar desses valores semelhantes à Terra, é muito mais quente ali do que na Terra, e a umidade nas planícies é quase insuportável. Por esse motivo, as três grandes cidades do planeta, Ringh, Tano e Sulb, foram criadas a uma altitude de 3.000 metros, onde prevalecem as condições de vida toleráveis. Não existe uma capital real, a administração está espalhada por essas três cidades. Até setembro do ano 2329, a Segurança Solar manteve uma estação secreta em Sulb. Na época do assentamento dos arcônidas ativos, Gonza já era um mundo colonial dos arcônidas, também a localidade de três estabelecimentos dos mercadores galácticos (saltadores) (eles estavam representados em cada cidade), e também passaram a ser conhecidos como “adormecidos”. Os antigos ocupantes da nave de gerações passaram a se denominar de “neoarcônidas” (não devem ser confundidos com os “novos arcônidas” do planeta Tats-Tor). No ano 2329, os neoarcônidas já tinham se integrado há muito tempo na colônia e ocupavam todos os postos importantes. Porém, eles ainda estavam em minoria contra os arcônidas degenerados, de modo que todos os seus esforços para mudar as circunstâncias, em última análise, estavam fadados ao fracasso.

Durgen é outro mundo povoado por neoarcônidas. Um povo colonial de neoarcônidas no planeta Heyschryk há muito tempo havia caído de volta às condições primitivas quando foi atingido pela imbecilização no ano 3440. No ano 3441, alguns neoarcônidas não imbecilizados do planeta Lak-Lak III participaram da Conferência dos Imunes realizada no planeta Dessopato. Pouco antes da invasão dos lares na Via Láctea, neoarcônidas também se instalaram no planeta Goofond, ao lado de terranos e antis. Atlan promoveu por um experimento genético, um assentamento de neoarcônidas no planeta Tchirmayn, no sistema estelar Ortrog-Samut.

Neoarcônidas conhecidos


  • Goregard Merkh, Mutoghmann Scerp.

Créditos: 

Fontes


  • PR64, PR81, PR94, PR199, PR519, PR540, PR604, PR680, PR827, PR846, PR925, PR949, PR953, PR975.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Neu-Arkoniden”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de). Informações extraídas em parte do site Crest-Datei (www.crest-datei.de).
Seção do Site: