United Stars Organization

O Corpo de Bombeiros da Galáxia. Organização civil da Via Láctea, mais conhecida pela sigla USO, uma organização policial independente liderada pelo Lorde-Almirante Atlan de Gonozal.

Estrutura


O comando supremo da USO foi ocupado pelo chamado Lorde-Almirante Regente (abreviado como Lorde-Almirante). Esse cargo foi ocupado exclusivamente pelo arcônida Atlan de Gonozal. Seus respectivos representantes ocupavam o posto de Almirante-Geral ou almirante.

Dados Gerais


Era uma organização policial de nível superior, que possuía sua própria frota de guerra, estações espaciais de pesquisa e centros planetários. Segundo a sua carta institucional, consistia em uma organização supraestatal, apartidária e soberana. Tratava-se de uma sucessora, só que muito mais poderosa, da antiga organização terrana conhecida como ONU. O poder da USO baseava-se principalmente nas 104 estações cósmicas secretas construídas entre os anos 2115 e 2326. Todas essas estações flutuavam imóveis em setores da Galáxia que são pobres em estrelas. Não eram aquecidas por qualquer sol natural. Atlan não cometeu o erro de construir seus estabelecimentos voadores com chapas de aço, conforme costuma ser feito. As estações da USO eram formadas basicamente por astros capturados há vários anos e levados aos lugares adequados por meio de gigantescos propulsores. Só depois de lá chegarem, eram escavados por meio de desintegradores e, assim, eram construídas as bases. As estações da USO não eram designadas por nomes próprios, com exceção do QG, a USO-I. Atlan deu-lhe o nome de Quinto Center. Mas, fora isso, os corpos flutuantes eram designados por números precedidos da sigla USO. A proteção contra localização das estações da USO era tão perfeita que as mesmas só podiam ser descobertas por um acaso inacreditável. Ao tempo da sua fundação, no ano 2115, ainda valia o princípio de que as tripulações das naves e as guarnições das bases e dos estabelecimentos científicos deviam ser formadas por todos os povos inteligentes da Via Láctea. Não demorou até que isso se revelasse como um obstáculo e, dali a 50 anos, passasse a se tornar perigoso. As inteligências pertencentes às categorias mais estranhas deixavam-se levar pelas influências mais variadas, que tinham origem em parte em sua mentalidade, mas principalmente na sensação de pertencerem às raças não humanoides. Mesmo após a dissolução da Aliança Galáctica no ano 2328, a USO continuou a operar independentemente sob o comando do Lorde-Almirante Atlan de Gonozal como o “Corpo de Bombeiros da Galáxia” até a tomada de poder do Hetos dos Sete no ano 3459 na Via Láctea.

Os Especialistas da USO


Os afamados e temidos especialistas da USO eram quase todos descendentes de colonos terranos. Atlan conhecia a rivalidade amistosa que costumava verificar-se entre as tripulações puramente terranas e os homens da frota da USO. Acompanhava com atenção as chacotas com que eles se brindavam, para poder intervir prontamente caso isso se tornasse necessário. Usavam uniforme de cor negra. Em conformidade com os objetivos políticos, econômicos e militares da USO, seu pessoal deveria ser recrutado entre todos os povos pertencentes à Humanidade. A psicologia aplicada por Atlan tinha por fim fundir os terranos e os homens nascidos nas colônias numa unidade, mantendo viva em todos eles a crença na Humanidade. Com o tempo, Atlan conseguiu fazer incluir algumas de suas concepções nos currículos das escolas da USO. Foi por isso que muitos especialistas da USO defendiam opiniões que correspondiam antes às de Atlan que às de Rhodan. Os membros da USO propriamente dividiam-se em especialistas e técnicos da USO. Os especialistas da USO eram os agentes operacionais da USO. Eles eram enviados para o local de operação após pelo menos doze anos de treinamento intenso e extensivo - muitas vezes como adormecidos -, enquanto os técnicos permaneciam em Quinto Center para aprimorar a tecnologia da USO. Os especialistas da USO tinham uma reputação quase lendária. Dependendo de suas qualificações e nível de treinamento, eles eram divididos em diferentes classes, sendo o título especialista de primeira classe a mais alta.

Especialistas da USO Conhecidos


  • Aikowan, Aldo Kopenziack, Amos Rigeler, Apars Cloner, Apol Detroyer, Arl Tratlo, Beltahun Mtaye, Braunter Schulz, Claude Collignot, Cool Aracan, Dart Hulos, Don Achard, Drof Retekin, Ebrolo, Egan Lathar, Elaine Dumas, Elmer Warren, Harl Dephin, Honish Lop, Ibrahim Bentosa, Kaarn Baroon, Kalim Slate, Kerm Kutting, Komo Hetete, Lawer, Lemy Danger, Melbar Kasom, Mergenbach, Mirus Tyn, Muszo Hetschic, Nos Vigeland, Roger Geiswank, Ronald Tekener, Sydell Ligulla, Temar Kanzos, Traxin Sorgol, Varus Lago, Vern Gralschoz, Vern Horun, Vern Lanier, Vito Batabano, Vryla a Hainu, Warren Heister, Zimiral Dowo Chatt.

Outros integrantes da USO: Adrii-San (general), Aitken (major), Arphanio Gent, Bannerman (major), Bark Khor, Brod, Budniger, Con Bayth (almirante), Daniel Gwendolyn, Ebenezer Krohl, Elron Daghete, Emerson Barkley (psicólogo), Erzieff Brison, Fance Herkner, Fend Echelor, Ferry Dickson, Fesgron (major), Gianni Inferru, Hallmann, Harm Davis, Helbrun Grant, Jens Borkmann, Kastor (major), Kerim Kayana (cientista), Krathun (coronel), Lacrosse, Larcon (operador de rádio da CI-33), Lavante, Liefen Haicarter, M. Gatscholkew, Macom Dootsman, Maltor, Mines Horan (capitão, comandante da IC-USO-42 no ano 2406), Motum Langlyn, Nargo Hemitsch, Neil Finer, Osman Frent, Rad Dorough, Rank Finnegan, Robert C. Hollingsworth, Tahiko Anaka, Tere Astrur (Almirante-Geral), Udschbdaan (comandante da base Jeon Kraina), Ugran Kalanche (professor, cientista), Unis Heyt, Vahlm (coronel em Quinto Center), Zanoor (comandante de Quenchen-459).

Mutantes na USO: Os gêmeos Rakal e Tronar Woolver, e Zabel.

As Bases da USO


A espinha dorsal da USO era a sua rede de estações secretas. O escritório principal da USO desde o ano 2115 até o ano 2326 ficava em Árcon III. A rede de estações externas foi expandida de forma constante: No ano 2326, havia 104 estações; no ano 2400, havia 182 estações começando com a USO-1 (Quinto Center). No ano 3444, pelo menos 288 estações estavam em operação. No ano 3459, todas as bases da USO estavam conectadas por transmissor. A central da USO, onde todos os fios convergiam e onde Atlan liderava o comando supremo como Lorde-Almirante, era Quinto Center, um asteroide oco medindo 62 quilômetros de diâmetro, batizado em homenagem a Nike Quinto, chefe da lendária Divisão III da Segurança Solar. A localização de Quinto Center foi mantida em segredo. A USO também tinha seus planetas próprios - além dos mundos de comércio e mundos de matéria-prima - incluindo o centro médico Tahun (desde o ano 2230) e o planeta de treinamento Ustrac (United Stars Training Center). Ustrac foi o sucessor da Academia da USO no planeta Fóssil. Ali, acima de tudo, eram treinados os especialistas da USO.

Central e quartel-general

  • Quinto Center ou USO-I, lua (Via Láctea).

Outras bases conhecidas

  • Redpoint, estação espacial (zona central da Via Láctea); estações de pesquisa e centros planetários; Tahun (centro médico).

O Financiamento


A USO foi financiada desde o seu início até a dissolução do Império Unido a partir da alfândega de Árcon e de sua própria receita comercial, bem como das contribuições dos povos apoiados. O Império Unido foi contratualmente obrigado a fornecer 10% das receitas estatais da Terra e de Árcon para a USO. Após a dissolução da Aliança Galáctica no ano 2328 e do Império Unido no ano 2329, o Império Solar assumiu o peso de financiar a USO. Cinquenta por cento do lucro líquido da General Cosmic Company (GCC) foi disponibilizado à Atlan por Perry Rhodan, sob a condição de que apenas os contribuintes fossem apoiados.

A Frota Espacial da USO


Além das bases, a USO tinha a sua frota própria. Em meados do século XXV, a frota da USO tinha mais de dez mil unidades. A USO tinha um grande número de naves especiais para diversos fins. O equipamento - especialmente a alimentação - das naves da USO era considerado particularmente bom. Assim, as refeições nas naves da USO, ao contrário das naves da Frota Solar, onde os alimentos concentrados eram o alimento regular, eram principalmente preparados a partir de alimentos frescos ou pelo menos genuínos. Desde o início, a USO manteve a sua frota de batalha própria, com os estaleiros associados e indústrias pesadas. Em contraste com a Frota Solar, a USO largamente abandonou a alimentação seca por razões de motivação. Como a frota terrana, a frota da USO também sofreu pesadas perdas na luta contra os condicionados em segundo grau. Até 30 de maio do ano 2436, apenas algumas naves da USO tinham equipamento REMF. Assim, somente no setor Órion, havia permanentemente 600 naves em missão de combate.

As naves capitânias

Enquanto o Império Solar desgastava um grande número de naves capitânias, a USO era parcimoniosa. Tornaram-se conhecidas as missões das naves capitânias da USO Peyra e da série Imperator até a Imperator VII. Cada espaçonave em que o Lorde-Almirante Atlan permaneceu foi designada pela USO com o código da bandeira azul.

  • Nota: Pode-se supor que, análogo ao regulamento correspondente em relação ao meio de transporte do presidente dos EUA no mundo real, por exemplo, o Força Aérea Um, a nave designada com a bandeira azul era também a nave capitânia da USO.

Classes e tipos de naves (identificadas)

  • Classe Almana, classe Galáxia, classe Império, corveta, girino e mini-space-jet.

Espaçonaves conhecidas

  • Corvetas: Axel, Dillinger.
  • Cruzadores leves: Carbula, Gonozal, Huyancayo, Johannesburg.
  • Cruzadores ligeiros: Casix, Spillwigge, Tallahassee, Treminia.
  • Cruzadores pesados: Batral, Dauntu, Tillhaven.
  • Naves de transporte: Cetus.
  • Supercouraçados: Alora, Imperator, Imperatriz de Árcon, Peyra.
  • Ultracouraçados: Imperator II, Imperator III, Imperator VII, Mapiramos, Muna-Tatir, Vespasian.
  • Outras: Majori, Vellika.

Histórico


A USO foi fundada pelo arcônida Atlan em 1º de julho do ano 2115, que tinha renunciado ao seu cargo de Imperador do Império Arcônida em 1º de janeiro daquele ano. Atlan passou a utilizar o título de “Lorde-Almirante Regente”, encurtado para Lorde-Almirante, e celebrou um tratado com Perry Rhodan, que passara a ser o Grande Administrador ou Administrador-Geral do Império Unido, pelo qual este se obrigava a transferir a USO 10% das receitas públicas arcônidas e terranas. Dessa forma garantia-se a base financeira dessa organização de segurança galáctica. Em agosto do ano 2328, Rhodan fez um novo acordo com Atlan. Segundo esse acordo, 50% do lucro líquido da GCC seria entregue a USO, para que ela pudesse continuar a construir suas próprias naves, formar especialistas e instalar bases secretas. Rhodan também sugeriu que a USO continuasse a usar este nome, mas somente servisse quem pagasse as contribuições. Em 27 de março do ano 2329, Atlan declarou que a USO tinha deixado de existir em sua forma anterior. Como nunca se tivesse cogitado da contribuição material ou financeira das outras nações, os fundos e as forças da USO foram colocados imediatamente à serviço da Humanidade. Depois da dissolução da Aliança Galáctica, Atlan começou a dispensar os seres estranhos. Só uns poucos seres não humanos continuaram nas fileiras da USO. Esses mereciam toda confiança. Mas Atlan nunca abandonou um princípio. Fazia questão de evitar que as espaçonaves e as bases da USO fossem ocupadas predominantemente por terranos. Os descendentes dos antigos colonos terranos já formavam a maioria. Mas continuavam a ser humanos, e para Atlan esse fator era muito importante. Sem falar nas elevadas qualidades dos terranos das colônias, era recomendável do ponto de vista político e jurídico-espacial estimular o sentimento de autoconfiança dos antigos colonos, entregando-lhes posições de grande responsabilidade. Por isso mesmo havia poucos terranos nas fileiras da USO. Em sua maioria os mesmos desempenhavam as funções de oficiais de ligação com o comando de frota terrana. Em outubro do ano 3430, havia sobrado somente 10 estações secretas do antigo sistema de bases de apoio de Atlan, e estavam servindo, em muitos casos, como transmissoras de retransmissão para as mensagens de rádio captadas. Um papel especial foi desempenhado pelas bases da USO no retorno oportuno de Perry Rhodan à eleição de Administrador-Geral no ano 3444. A Marco Polo estava tão atrasada em sua missão na aglomeração Tolot que o retorno oportuno do Administrador-Geral atuante à Terra para lá enfrentar a eleição já não era mais possível. Portanto, a USO forneceu suas bases para a construção de uma rota de transmissor. Para Rhodan isso resultou nas seguintes estações de viagem: desembarque da Marco Polo em 30 de julho do ano 3444 por volta das 18:15 horas para a estação 288. Depois de uma parada de uma hora novamente transporte para a estação 47, chegando lá por volta das 19:34 horas. Outros saltos de transmissores levaram, entre outras coisas, à estação 151 (chegada em 31 de julho, 08:02 horas), à estação 189 e à estação 99 para o planeta Olimpo, de onde seguiu a rota regular de transmissores de carga para a Terra. No total, mais de 15.000 anos-luz foram cobertos em tempo recorde através das rotas de transmissores das bases da USO. Perry Rhodan e sua comitiva chegaram à tempo na Terra para enfrentar a eleição. Após a ocupação da Via Láctea pelo Hetos dos Sete no ano 3459, Atlan e Julian Tifflor, em várias operações do CBI, do comando de busca Helion e outras unidades da USO e SegSol, tentaram salvar tantos cidadãos do Império quanto possível do horror dos mundos-prisão de Leticron. Além disso, as ações em torno do sequestro do greiko Kroiterfahrn foram realizadas pela USO. Mais tarde, Quinto Center e muitas outras estações secretas da USO foram abandonadas. Os membros sobreviventes da USO recuaram para o Punho de Provcon. No entanto, houve exceções, como prova o destino da base Jeon Kraina. Obviamente, nem todas as estações da USO estavam cientes da retirada geral. No ano 3460, após a tomada de poder pelos lares, a USO deixou de existir. Assim, em 31 de dezembro do ano 3499, a USO foi oficialmente dissolvida por ocasião da reunião da Assembleia Constituinte do Novo Império Einsteiniano (NIE), fundado no ano 3500, no planeta Gaia, situado na nebulosa Punho de Provcon.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR150, PR179, PR211, PR226, PR238, PR267, PR270, PR325, PR328, PR330, PR355, PR356, PR400, PR513, PR532, PR599, PR657, PR680, PR681, PR688, PR690, PR696, PR697, PR793, PR794, PR913.
  • Enciclopédia: PR1803.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “United Stars Organisation”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de). Informações extraídas em parte do site Crest-Datei (www.crest-datei.de)]. Direitos das traduções: SSPG Editora, 2019.
Seção do Site: