Rubi Gelado

Campo psiônico espacial que constitui um dos componentes da estrutura evolutiva global do Universo.

História


Seu desaparecimento misterioso há cerca de 100 milhões de anos provocou uma deterioração das leis da Natureza em sua região de influência, a aproximadamente 200 milhões de anos-luz da Via Láctea. Foi redescoberto há cerca de 15 milhões de anos pela superinteligência negativa Seth-Apophis e usado como um depósito de consciências pelo superser. Esse uso abusivo causou um deslocamento errático do campo psiônico pelo espaço, levando à transmutação da matéria em sua trajetória numa substância cristalina com temperatura próxima do zero absoluto (daí o seu nome), bem como diversas explosões maciças de supernovas. Só alcançou um equilíbrio parcial há 2,2 milhões de anos, por meio das ações dos porleyteranos, que ancoraram o campo psiônico numa região a cerca de 30 milhões de anos-luz da Via Láctea. Por fim, o Rubi Gelado retornou à sua forma e posição originais no ano 429 NCG, graças à intervenção de Perry Rhodan sobre a ancoragem criada pelos porleyteranos.


 

Créditos: 

Fontes


  • PR1020, PR1200, PR1250.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “TRIICLE-9”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2.
Seção do Site: 
Glossarios Veiculados: