Gazkar

Povo não humano, originário da galáxia Tolkandir, chamado de “espinhoso” pelos terranos, uma raça da aliança de povos da galáxia Tolkandir.

Descrição Física


São seres insetos semelhantes a um besouro, com cerca de um metro e cinquenta de altura e seis membros, dos quais dois pares são braços, sendo o superior mais curto e mais fraco que o inferior. Eles possuem uma incrível semelhança com os escaravelhos egípcios da Terra. Os braços estão equipados com três instrumentos preênseis semelhantes a dedos córneos, capazes de manipulações delicadas (como o uso de instrumentos). O par de pernas longas e muito fortes indica claramente que o ser-besouro anda normalmente na posição vertical. A cabeça — com grandes olhos facetados, avermelhados, sem pupila e projetados para o lado, e o aparelho bucal abaulado, forte e encurvado como garras — é adornada por algo como uma coroa com dezessete aguilhões ósseos. Quando um gazkar ganha posições específicas em sua sociedade, ele tem alguns de seus aguilhões removidos. Assim, um comandante de nave estelar terá somente doze aguilhões. A casca de quitina do seu corpo brilha em azul-aço, e a sua parte de trás é decorada com um padrão chamativo, mas de aparência natural.

Sociedade


Um gazkar não conhece disputas pelo poder; sua promoção sempre resulta dos méritos adquiridos ao longo do tempo. Os gazkars não possuem nomes próprios individuais; há apenas formas curtas, com as quais eles se chamam. Em sua forma longa, representa um código de designação que mostra quando e onde um gazkar nasceu, a que ninhada pertence ou qual status de ressonância possui. Os gazkars têm a interessante habilidade de defesa passiva de entrar em uma espécie de sono similar à morte. Nesse estado, eles apresentam as funções físicas e mentais quase incomensuravelmente baixas, e a temperatura de seus corpos cai para a da rigidez cadavérica. Para evitar que sejam capturados vivos por um inimigo, os gazkars fazem uso do fekett, um dispositivo ou uma droga de suicídio. Os gazkars normalmente não usam roupas, apenas cintos para carregar equipamentos, que são usados diagonalmente em seus corpos. Os gazkars fazem parte de uma comunidade de povos cujos outros membros são os neezers, os alazars e os eloundars. Mas eles sempre têm o cuidado de não matar muitos feixes. Na luta, os gazkars confiam em dois sentidos: o seu sentido do olfato, com o qual seguem as redes de feromônios que os neezers haviam pulverizado nos seus ovos voadores, e o sentido óptico-telepático, através do qual eles vêm os feixes mais escuros do que o ambiente.

História


Eles são os guerreiros dessa liga de povos, ocupando e defendendo mundos (tais como Lafayette, na Via Láctea) que os neezers ocuparam previamente e pulverizaram com uma rede de odores, sem a qual um gazkar fica completamente desorientado. Uma vez que um mundo está seguro, os alazars e os eloundars então levam até ele o vivoc para incubar novas ninhadas. Em 1º de janeiro do ano 1289 NCG, uma frota dos gazkars apareceu sobre Lafayette. A nave Zykk-A dessa frota foi abatida pelas naves da LTL sobre o planeta, e apenas dois gazkars sobreviveram em suas cápsulas de fuga ao chegar à superfície. O beausoleil Joseph Broussard Jr. encontrou o primeiro, o comandante gravemente ferido, mas esse cometeu suicídio com o fekett. No dia seguinte, ele encontrou o segundo gazkar sobrevivente, que é chamado de Gemba pela forma curta.


 

Créditos: 
  • Capa da edição alemã: Copyright © VPM – Pabel Moewig Verlag KG, Alemanha.

Fontes


  • PR1817, PR1818, PR1819.
  • Fanzine: Nathan 08 (PRFCB).
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Tolkander”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de).
Seção do Site: 
Glossarios Veiculados: