Siganês

Povo inteligente humanoide da Via Láctea, habitante do planeta Siga. São conhecidos como o povo-anão.

Descrição Física e Fisiologia


São descendentes de colonos terranos adaptados ao ambiente daquele planeta. Em virtude de causas ambientais ainda desconhecidas, a cada geração foram ficando menores. Por isso são chamados de povo-anão. Um siganês da estatura de Lemy Danger é capaz de saltar de altura correspondente a cerca de 15 vezes sua estatura. Também são capazes de reações extremamente rápidas, que resulta do pequeno tamanho. Grande parte dos terranos são incapazes de acompanhar seus movimentos com a vista. Seria como observar as batidas das asas de um beija-flor. Ouvem dez vezes mais que a Marta terrana. Possuem pele verde clorofila. Nesse processo contínuo de encolhimento era de supor que alguma coisa ficasse de fora de seus minúsculos cérebros. Os biólogos ainda não haviam encontrado a explicação do fenômeno, mas Tostzli, um cientista ara, afirmava que uma célula nervosa pode ser reduzida a um centésimo do tamanho normal, sem prejuízo para suas funções. Mas a natureza compensou essa desvantagem, concedendo-lhes uma expectativa de vida cada vez mais longa. Paralelamente ao processo de encolhimento, a expectativa de vida dos siganeses aumentou enormemente. No século XXV, essa já era de 900 anos. À medida que a expectativa de vida aumentava, a duração da gravidez também aumentava. O desenvolvimento individual foi atrasado de acordo; assim, no ano 3587, Mareisi Puthmer, então com 95 anos de idade, ainda era considerada menor de idade. Outra diferença óbvia de siganeses para terranos diz respeito à cor da pele. Ao longo das gerações, a pigmentação da pele dos siganeses mudou para verde-limão. Além disso, os siganeses são ultra-videntes, o que significa que eles podem perceber opticamente a radiação infravermelha e UV. Além disso, os siganeses também se tornaram ultra-escutas para poder ouvir ondas ultrassônicas. Os siganeses estão acostumados às vozes finas ao lidar uns com os outros. Para evitar que estourem seus tímpanos ao conversar com, por exemplo, terranos, eles usam um redutor.

  • Nota: Por razões fisiológicas, eles devem ser incapazes de ouvir frequências mais baixas com a precisão de um ouvido humano normal.

Características Psicológicas


Os valores éticos são muito importantes para eles e são considerados extremamente educados e leais, mas às vezes também tensos e pedantes. Entretanto, à medida que se desenvolvem, seus valores éticos mudam cada vez mais.

Colônias dos siganeses


Pelo menos desde o ano 3587, uma colônia fundada pelos siganeses durante o domínio dos lares existe no planeta Zaltertepe.

Sociedade


Nas escolas siganesas também se ensinava a história da Terra, mas eles têm mais interesse pelo que lhes diga respeito, afinal, também têm a sua própria história, que teve início no ano 2003 com o pouso da Leda, que era uma nave de colonização.

Governo

São governados pelo chamado Governo Fraternal Siganês.

Costumes e tradições

Os siganeses que possuem o mesmo grau de instrução costumam tratar-se por você e irmão. No século XXXVI, os siganeses com 95 anos de idade são considerados como adultos. Fazer avanços para uma siganesa menor de idade, mesmo que apenas piscando, era considerado indecente nessa época. Da mesma forma, no século XXXVI, era escandaloso simplesmente falar com um estranho sem motivo.

Tecnologia


Os siganeses são os melhores microtécnicos da Galáxia. Com suas pequenas espaçonaves, os engenheiros siganeses conseguiam produzir propulsores que são uma maravilha da técnica de redução. Suas armas, apesar de pequenas, são muito perigosas.

Espaçonaves


Possuem sua própria frota espacial independente.

Classe de espaçonave conhecida

  • Ponte.

Naves conhecidas

Houve uma série de naves especiais famosas dos siganeses:

  • Helltiger, Luvinno, Namano, Vulcan.

Às vezes, os cruzadores ligeiros recebem o nome de espécies de borboletas:

  • Traça.

Siganeses Conhecidos


  • Aaro Turfil (técnico de informática), Albu, Altro, Aloe Puthmer (embaixadora na Terra no ano 3587), Amos Rigeler (engenheiro de máquinas da equipe Thunderbolt), Apars Cloner, Apol Detroyer, Arcus Lehde, Ava Liran (uma imune contra o Enxame), Bagno Cavarett (cibernético do circuito subvibratório), Barna Olphener (especialista da USO no ano 3430), Beauty Winger, Bervos Mudies (primeiro-ministro da colônia no planeta Zaltertepe), Blues Cavarett, Boltre, Bosil Danger (filho de Lemy Danger), Cantares, Cludie Sanfro (técnica de informática), Cool Aracan (cibernético e operador de rádio da equipe Thunderbolt), Cortwein ‘Jade’ Kaltik Khan (mutante e refrator de energia por volta do ano 3583), Dadno Welms (robótico no ano 3540), Daisy Dragon (irmã de Panty Dragon), Dart Hulos (guarda de armas e engenheiro de armas da equipe Thunderbolt), David ‘Mini-David’ Distrer, Droelle Gesra, Drof Retekin (matelógico da equipe Thunderbolt), Erlja Drugna, Ethis Laroy, Gadar Dreamer, Gulliver, Hano Bailing, Harl Dephin (comandante da equipe Thunderbolt), Hosokal, Inkon (pastor e clérigo de bordo do cruzador de batalha siganês Namano), Jiffer Springo, Kaddy ‘Crash’ Gonsten (robótico no ano 3540), Kulliak Jon (vigilante da estação de controle de Palakta), Lemy Danger (agente da USO), Loelle Mohair, Masu Demar, Melchior, Miramo Holothek, Mirus Tyn (engenheiro de alta energia da equipe Thunderbolt), Mitra Danger (esposa de Lemy Danger, Mobai Cutus (cosmobioquímico), Morcas Hazard (Delegado na conferência de fundação da COPOG), Moore Slagger, Morton Kalcora, Mymai Cavarett, Ovo Bowo (imune contra o Enxame no ano 3442), Owen De Soto (chefe de departamento a bordo da Teodorico), Pantyr Dragon (prof. dr., levou Perry Rhodan no Enxame na pista do Tabora), Par Ettal, Rayn Verser (microtécnico da estação Ducko), Sado Gilbs, Sander Merdlo, Simo San (membro do CBI), Sirke Fogel, Study Broder, Sydell Ligula (especialista da USO), Szark Kalutsin (especialista da USO no ano 3430), Taimer Zartband, Tarantella Cavarett, Tilta (coronel, comandante da Namano e da Luvinno), Varus Lago (especialista da USO), Vavo Rassa (microtécnico da estação Ducko), Zeary Mahon.

História


No século XXI

Seus antepassados saíram da Terra no ano 2003. O assentamento de Siga começou nesse ano com o desembarque da nave colonizadora Leda. Um dos primeiros colonos foi Joshua Hendrik Danger. A partir do ano 2018, a gravidez das colonas foi significativamente prolongada: as crianças nascidas depois disso tinham pele esverdeada e eram muito pequenas, mas sem mostrar nenhuma das deformidades físicas típicas do nanismo. Siga ficou em quarentena por 30 anos. Tentativas de interromper o nanismo com medicamentos, hormônios ou outros tratamentos não foram bem-sucedidas. Descobriu-se que um componente da radiação hiperfísica da Estrela de Glador causou o crescimento de anões. Ao mesmo tempo, a expectativa de vida dos siganeses aumentou. Favorecida pelo seu pequeno tamanho e pela capacidade dos siganeses de enxergar na faixa de infravermelho e UV, uma das mais poderosas indústrias de microeletrônica em toda a Via Láctea, desenvolveu-se no planeta Siga nos anos seguintes. O planeta Siga tinha um status autárquico no Império Solar. Eram os mais leais membros do Império Solar. Não houvera sequer um furto em 300 anos de história.

Nos séculos XXII e XXIII

Tornaram-se os melhores microtécnicos da Via Láctea, superando os swoons. Com suas naves pequenas, os engenheiros siganeses conseguiram produzir propulsores que são uma maravilha da técnica de redução. Suas armas, apesar de pequenas, são muito perigosas. Os siganeses foram considerados os melhores micromecânicos da Via Láctea durante esse período. No ano 2115, após a fundação da United Stars Organization (USO), muitos siganeses ingressaram na USO e prestaram um serviço valioso ali. Devido ao seu pequeno tamanho, os especialistas da USO siganeses eram particularmente importantes em muitas missões. O mais famoso deles é Lemy Danger de 22,21 cm de altura, nascido no ano 2234.

No século XXIV

O mecânico de emoções Harl Dephin, nascido no ano 2306 e com 16,43 cm de altura, comandante do robô especial Paladino, tinha uma expectativa de vida de mais de 1.000 anos. No ano 2326, os contratos escritos eram desconhecidos. Os negócios eram selados com um aperto de mão. Os siganeses recusaram-se a sacramentar a sua participação na Aliança Galáctica por meio de seu carimbo e assinatura. Pois, para um homem decente não havia necessidade dessas coisas. Perry Rhodan acabou por reconhecer isso. Os siganeses eram o único povo pertencente ao Império Solar sem qualquer vínculo contratual e a fazer negócios com os terranos sem precisar assinar contratos. Deram sua palavra, e é claro que isso vale muito mais que cem mil assinaturas e carimbos.

No século XXV

Graças à microtecnologia dos siganeses, os terranos puderam instalar propulsores ultraluz em jatos-mosquito. No ano 2436, siganeses e pos-bis desenvolveram o robô especial Paladino I em um trabalho conjunto.

No século XXXV

Os siganeses alcançaram uma nova dimensão em microtecnologia. Vide a comparação de tamanho de Nathan com Sêneca. O desenvolvimento das versões do Paladino III a V como parte do Plano dos Quinhentos Anos, os siganeses desenvolveram o Shuttle, uma lentilha espacial com propulsor linear, que levou o Vario-500 de Olimpo para a Terra em um caso de emergência e retornou o mais rápido possível. Esse é um dos desenvolvimentos mais caros da época. Nos anos 3440 a 3443, Siga entrou na área de imbecilização desencadeada pelo Enxame.

No século XXXVI

No início do ano 3581, uma delegação siganesa participou da conferência de fundação da COPOG, uma aliança contra o Concílio dos Sete. Na disputa diplomática entre Perry Rhodan e Atlan, no início do ano 3582, os siganeses seguiram o curso de Atlan apenas na aparência. Secretamente, no entanto, eles cooperaram com o plano de Oitenta Anos de Rhodan. Alguns siganeses também se esconderam em colônias em locais de difícil acesso na Via Láctea, como a colônia de Zaltertepe.

No século XIII NCG

No ano 1255 NCG, toda a população de Siga, os últimos 327 siganeses, emigrou secretamente para Camelot. O planeta abandonado foi tomado pela Liga dos Terranos Livres como protetorado e monitorado por uma pequena estação de pesquisa.


Créditos: 
  • Capas da edição alemã: Copyright © VPM – Pabel Moewig Verlag KG, Alemanha.

Fontes


  • PR149, PR150, PR169, PR268, PR279, PR350, PR548, PR564, PR665, PR701, PR725, PR760, PR767, PR770, PR827, PR911, PR913, PR914, PR925, PR926, PR1800, PR1812.
  • Desenho técnico (edição impressa): PR487.
  • Seção Glossário da edição digital da SSPG: volumes especificados no campo Glossários Veiculados.
  • Internet: Informações extraídas em parte do site Perrypedia (www.perrypedia.proc.org). This article uses material from the Perrypedia article “Siganesen”, which is released under the GNU Free Documentation License 1.2. Informações extraídas em parte do site Perry Rhodan und Atlan Materiequelle (www.pr-materiequelle.de). Informações extraídas em parte do site Crest-Datei (www.crest-datei.de).
Seção do Site: